Informações Financeiras

2T12

Eventos e Destaques do 2T12

  • Aumento de capital de aproximadamente R$ 155,0 milhões. O aumento se dará a partir da execução, nesta data, de acordo de subscrição com o DEG, no valor de R$ 30,0 milhões, em paralelo ao aporte do acionista majoritário, no valor de R$ 93,7 milhões, e dos administradores, no montante de R$ 7,2 milhões. Além disso, a agência francesa Proparco aprovou, em principio, um investimento de até €10 milhões. Essas transações elevarão o Índice de Basileia a 17,5%, um aumento aproximado de 1,6 p.p., e estão sujeitas as aprovações dos órgãos reguladores e outras condições precedentes, como anunciado no fato relevante de hoje.
  • Em abril, o PINE efetuou sua primeira oferta pública de Letras Financeiras, totalizando o montante de R$ 313,2 milhões, com prazo de dois anos.
  • Balanço líquido, com alto patamar de caixa, no valor de R$1,4 bilhão, equivalente a 38% dos depósitos a prazo.
  • Gap positivo de liquidez de 3 meses entre a carteira de crédito e a captação: 13 meses para o crédito ante 16 meses para a captação. O gap positivo é mantido há mais de 2 anos.
  • Contribuições positivas de todas as linhas de negócios nas receitas do semestre: 58,4% de Crédito Corporativo, 19,8% da Mesa para Clientes, 11,5% da Tesouraria, e a PINE Investimentos que contribui com 10,3%, demonstrando sua recorrência.
  • Classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 1º em termo de commodities para clientes.
  • 9 ª posição entre os maiores em crédito para grandes empresas, 15 ª posição entre os maiores bancos do país em oferta de crédito para Pessoa Jurídica e 5ª posição em riqueza criada por empregado, segundo o ranking Maiores e Melhores da revista Exame.